Pastor tibetano ateia fogo em seu próprio corpo para protestar

De acordo com a agência EFE um pastor tibetano ateou fogo em seu próprio corpo para protestar contra a política da China no Tibete. Kunchok Tseten, 30 anos, mora no condado de Maqu e na terça-feira (3) resolveu se autoflagelar para tentar chamar a atenção para os problemas do Tibete.
A informação foi confirmada pelo Twitter da escritora ativista Tsering Woeser, uma das principais defensoras do povo tibetano. Woeser disse que o pastor Tseten ficou gravemente ferido e está hospitalizado.
Ela também conta que neste ano já foram registrados 27 casos de tibetanos que atearam fogo ao próprio corpo, sendo que 25 desses protestos aconteceram dentro do Tibete.
Se contarmos desde 2009 já somam 128 casos semelhantes, 123 deles aconteceram dentro do Tibete, e os outros cinco no exterior.
Os tibetanos tentam há anos se tornarem independentes da China que controla a cultura e a religião local. Muitas vezes as imolações são atos de desespero de quem está cansado da repressão do governo chinês.

Levy Barros Videomaking

Autor & Editor

Levy Barros é Youtuber Cristão, Cantor, Compositor e Pregador da Palavra de Deus.

0 Comments:

Postar um comentário