Garotinho cadastra eleitores evangélicos e distribui kits

O deputado Anthony Garotinho (PR) já começou a campanha para voltar a ser governador do Rio de Janeiro. Em primeiro lugar nas pesquisas de intenção de voto, tem se dedicado a agradar o eleitorado evangélico.
Sendo estado com o menor percentual de católicos do país (45,8%), acredita-se que no Rio, pelo menos um terço do eleitores sejam evangélicos. “Ficamos combinados assim: eu oro por você e você ora por mim” é o lema da rede montada por ele e que alcança os fiéis que ouvem seus programas de rádio
Ele já está organizando um cadastro e distribuição de um kit promocional com livro, camiseta e carteirinha personalizada com a foto dele. Tudo enviado gratuitamente pelo correio, acompanhado de uma carta assinada pelo “Irmão Garotinho”. O pacote recebe o nome de “Palavra de Paz”, rede de venda de material evangélica de sua propriedade.
Através de um site, cada interessado (que more no Rio) preenche um cadastro com dados como nome, cidade, bairro e igreja que frequenta. Seu portador passa a ser um “intercessor” registrado do pré-candidato ao governo. “A oração é a chave que move o coração de Deus. Creia nisso!”, divulga o deputado na mensagem aos futuros eleitores.
Garotinho possui programas religiosos em várias rádios e inevitavelmente também fala de política.   Seu programa de maior audiência toca música, tem pedidos orações e faz sorteio de presentes que incluem geladeira e máquina de lavar.
Criticado pelos seus opositores, ele afirma que a distribuição dos kits nada tem a ver com a eleição. Em 2013, o Ministério Público fez cinco denúncias contra Garotinho por propaganda antecipada. Nenhuma delas falava sobre o kit ou os programas de rádio.
Garotinho nega que o cadastro, que já registrou 3.000 pessoas, tenha finalidade eleitoral. “Isso não tem nada a ver com campanha, e o livro que eu envio não tem nenhuma conotação política”, afirma.
Embora não diga explicitamente que deseja voltar a ser governador nos programas de rádio, muitas vezes os próprios ouvintes lembram disso.  “Só tenho muito a agradecer ao senhor. Que Deus o ilumine, e que seja o nosso governador em breve”, afirmou anteontem a ouvinte Sandra de Carvalho no ar. “Isso é se Deus quiser”, respondeu o deputado.
Procurado pela imprensa, negou que faça campanha antecipada no rádio: “Não posso controlar os ouvintes… A lei diz que eu não posso pedir voto. Se a ouvinte diz que espera que eu seja governador, o que eu vou responder? Que eu não quero?”, questiona.
Mas Garotinho não está sozinho no apelo aos evangélicos. Segundo as pesquisas mais recentes, seu principal opositor é Marcelo Crivella (PRB), bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus. Quem também procura se aproximar dos eleitores evangélicos é Lindbergh Farias, que levou para trabalhar em seu gabinete o pastor Sóstenes Cavalcante, o coordenador de eventos de Silas Malafaia.
O Datafolha mostra Garotinho em primeiro, com 21% das intenções de votos. Empatados em segundo, com 15%, viriam Crivella e o senador Lindbergh Farias (PT). Contudo, na pesquisa do Ibope, contudo,Crivella aparece na primeira posição, com 16%, Garotinho tem 13% e Lindbergh está com 11%.  Com informações Veja e Valor.

Levy Barros Videomaking

Autor & Editor

Levy Barros é Youtuber Cristão, Cantor, Compositor e Pregador da Palavra de Deus.

0 Comments:

Postar um comentário