Lâmina em sapato de pastor pode ter entrado acidentalmente, diz delegado

Novas informações sobre o caso do pastor que foi detido ao tentar entrar no presídio de Pedrinhas com uma lâmina no sapato mostram que ele é inocente.
O delegado Newton Correa, do 12º Distrito Policial, afirmou à imprensa que José Luís Sousa Nery, 35 anos, teve uma lâmina colada na sola de seu sapato acidentalmente e que por conta disto ele foi liberado.
José Luís foi identificado primeiramente como sendo um pastor da Igreja Assembleia de Deus, mas o delegado corrigiu dizendo que ele é um evangelista da denominação que presta apoio espiritual ao detentos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.
A lâmina no sapato do evangélico foi encontrada quando ele foi revistado para entrar no presídio. Ao ser questionado sobre o objeto cortante, José afirmou que não sabia como explicar a situação.
“Eu não sei explicar como essa lâmina foi parar dentro do meu sapato. Fiquei surpreso quando tiraram meu sapato e a ‘gilete’ caiu”.
Lamina no sapato
Lâmina da discórdia.
As fotografias do sapato mostram que o objeto ficou preso na sola e não estava na meia como foi informado pela imprensa. Examinando o material o delegado entendeu que o evangélico não tinha mesmo a intenção de levar o objeto cortante para dentro do presídio. Com informações Imirante e Surgiu.

Levy Barros Videomaking

Autor & Editor

Levy Barros é Youtuber Cristão, Cantor, Compositor e Pregador da Palavra de Deus.

0 Comments:

Postar um comentário